bioz green, produtos de limpeza naturais, produtos de limpeza ecologicos, produtos de limpeza biodegradáveis.jpg
bioz green produtos de limpeza naturais.jpg

Açúcar: Qual você tem consumido?

(02/09/2018)

 

Em março deste ano (2018) a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou uma nova diretriz recomendando que adultos e crianças reduzam a ingestão diária de açúcares livres. Há 10 anos as recomendações limitavam a 10% do total de calorias ingeridas no dia, agora a OMS indica a metade do percentual, 5%, cerca de 25 gramas (6 colheres de chá) ou 100 calorias, com base em uma dieta de 2000 calorias. A adoção desse cuidado reduz o risco de sobrepeso, obesidade e cárie dentária. Além de diminuir a ingestão de açúcar, é aconselhável optar por um tipo que traga menos prejuízos à saúde. Abaixo está descrito cinco tipos de açúcar mais conhecidos para melhorar sua escolha na hora da compra.

 

Açúcar Refinado: como o próprio nome já diz, ele passa por um processo de refinamento, recebendo aditivos químicos e perdendo vitaminas e minerais, por este motivo é a opção menos saudável que podemos encontrar, além de possuir um alto poder de adoçante.

 

Açúcar Cristal: esse tipo de açúcar passa por um processo de refinamento leve, perdendo a coloração escura e 90% dos nutrientes, um nível altamente considerável na hora da sua escolha e, é apenas preservado o tamanho dos grãos de açúcar.

 

Açúcar Mascavo: ele é produzido com o cozimento da cana, por isso possui a cor mais escura. Por não passar pelo processo de refinamento e nem ter aditivos químicos inclusos no processo, o açúcar mascavo tem seus nutrientes preservados.

 

Açúcar Demerara: ele passa por um processo de refinamento mais simples, sem receber qualquer tipo de aditivo químico. Sua coloração é caramelo e a consistência mais úmida. Ainda há grande presença de nutrientes, mas em menor quantidade em comparação ao mascavo. 

 

Açúcar Orgânico: Orgânico quer dizer que não foram utilizados agrotóxicos ou fertilizantes sintéticos no plantio e cultivo do açúcar, e nem aditivos químicos durante os processos industriais. Como por exemplo, o açúcar mascavo e o demerara podem ser orgânicos, os refinados não.

 

Conhecer cada um deles é essencial para poder fazer escolhas mais saudáveis no momento da compra!

O que tem a ver a escolha do seu açúcar com produtos de limpeza naturais?
Simples, acreditamos que um estilo de vida saudável englobe hábitos alimentares, exercícios físicos e produtos que você utiliza em sua casa, quanto mais natural melhor!


Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / Organização Mundial da Saúde (OMS)

 

..

 

 

1.jpg

 

Embalagens plásticas

(17/08/2018)

 

O acúmulo dos plásticos e sua não reciclagem são reconhecidos como um problema no mundo todo. Começa pela extração do petróleo para produzi-lo e termina com os detritos que permanecem durante anos e anos no meio ambiente e nos oceanos.

Apresentamos os três plásticos mais utilizados, PET, PEAD e PVC.

.

Tipos de plástico

.

A figura abaixo apresenta a maioria dos tipos de plástico existentes hoje, estas informações geralmente vêm discriminas nos próprios frascos.

PVC- O Policloreto de Polivinila, conhecido popularmente como PVC, é um plástico que não é integralmente composto por petróleo. Ele contém cloro, que é misturado com o etileno para formar o PVC.  (fonte: Registro de CAS – 9002-86-2 – IFA).Estes plásticos são comumente encontrados em tubos e conexões de água, lonas, calçados, bolsas de sangue e soro, brinquedos, entre outros.

O PVC, apesar de ser um plástico ainda utilizado, já foi banido em alguns países e até redes de varejo, por ser um plástico altamente tóxico.

As matérias primas do PVC, que além do cloro e etileno também possuem Dioxinas e Ftalatos, são extremamente tóxicas e não existem formas de produzi-las nem descarta-las seguramente, conforme afirma o CHEJ (Center for Health, Environmental and Justice).

 

PET –  Polietileno tereftalato, também conhecido como PET é formado pela reação química entre o ácido tereftálico e o etileno glicol. O PET é facilmente encontrado em garrafas plásticas como águas, sucos, óleos, cosméticos, entre outros.

O plástico PET, segundo a ONU, possui excelente resistência química e necessita de poucos insumos para sua produção, por isso são amplamente utilizadas.

De acordo com a ABIPET (associação brasileira da indústria do PET) os níveis de reciclagem pós consumo em 2016 alcançaram o índice de 51,30% de todo pet produzido no país, contra 16,20% em 1995, 21 anos antes.

 

PEAD – Polietileno de Alta Densidade – é o plástico de composição mais simples e também o mais barato, sendo composto pela polimerização de etileno. Facilmente encontrado em produtos de limpeza, cosméticos, sacolas de supermercados, frascos, entre outros.

Mesmo sendo de composição mais simples, ele é mais resistente que o PET em altas temperaturas, por isso é comum de se ver este tipo de plástico com rótulos termo-encolhíveis (que necessitam de altas temperaturas para serem aplicados).

 

Nosso Plásticos

 

A BIOZ Green utiliza plástico PET e PEAD, ambos reciclados, ou seja, todo material que usamos já foi utilizado anteriormente, 

Nossa linha de PET reciclado representa 74% dos produtos e o restante é composta por PEAD também reciclado.

Além disso, nossos frascos em PET são livres de Bisfenol-A, uma substancia química presente na maioria dos plásticos que pode ser prejudicial a saúde (falaremos deste item específico em outro post no blog).

No brasil foram reciclados apenas 21,7% de todo plástico produzido em 2011 (fonte: Cempre.org), quantidade bem menor se comparado a Suécia que reciclou 53%.

 

Por este e outros motivos, acreditamos que um produto de limpeza natural deva ter cuidados não somente na formulação, mas também com os frascos e caixas.